Eljif Elmas, o elegante e moderno meio-campista macedônio
Share:

Eljif Elmas, o elegante e moderno meio-campista macedônio

Nascido em Skopje, capital e maior cidade da Macedônia, Eljif Elmas formou-se no Rabotnicki Skopje, clube da Macedonian Prva Liga (primeira divisão da Macedônia). Por lá, estreou em outubro de 2015 quando tinha apenas 16 anos, em uma partida pela mesma liga contra o FK Metalurg Skopje. Na equipe, atuou 46 vezes e marcou oito gols, além de oito assistências. Em junho de 2017, seu bom desempenho pelo clube macedônio fez com que fosse convocado para a seleção principal do país, chegando a estrear em um jogo contra a Espanha pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Meses depois foi contratado por uma taxa de €180 mil pelo Fenerbahçe, um dos maiores clubes da Turquia. Inicialmente, em sua primeira temporada, atuou nas categorias de base do clube turco. Somente na atual temporada, o macedônio com ascendência turca, começou a ter espaço na equipe principal e participou de praticamente todos os jogos da temporada. Ao todo são 26 jogos e um gol marcado, além de ter passado por todas as seleções de base da Macedônia e atuado em oito oportunidades pela seleção principal.

Ainda que seja muito habilidoso, Elmas costuma atuar mais recuado como primeiro volante de marcação. Responsável por basicamente toda a saída de bola, ele chama atenção por jogar de cabeça em pé, possuindo um excelente passe e realizando precisas viradas de jogo. Com o perfil de xerifão, o macedônio está muito além de ser apenas um volante limpa-trilho, visto que sabe jogar com a bola nos pés e se tiver espaço comanda o meio-campo sem medo.

Posições onde é capaz de atuar


Na base e em alguns jogos do profissional, ele atuou em diversas posições dentro de campo — da ala-esquerda a ponta direita, muito por conta de executar bem praticamente todas as funções. No entanto, prefere e se adaptou melhor a ser um meio-campista central, até porque consegue participar do jogo a todo instante. Apesar de ter 1,84 metros de altura, o jovem é rápido o suficiente para recuperar jogadas e estar em “todas as partes do campo”. Por não ter números muito chamativos, é condizente falar que ele é o tipo de jogador que pouco aparece na parte ofensiva da equipe, mas desempenha de forma efetiva sua aplicação tática. De qualquer maneira, é o perfil que todo treinador gosta de ter no elenco.

Cotado no Sevilla, Tottenham e Manchester City, não é a toa que Pep Guardiola vem observando de perto o camisa 99 do Fenerbahçe. Entretanto, a equipe turca tentará mantê-lo de qualquer maneira, mas já está ciente de que poderá vender no caso de uma boa proposta. Nas mãos de um bom treinador é bem capaz que o maior talento da Macedônia evolua na carreira e figure entre os grandes meio-campistas do mundo.