Como Witsel pode elevar o patamar do meio-campo auri-negro
Share:

Como Witsel pode elevar o patamar do meio-campo auri-negro

Se o cérebro é o computador central e o centro de todas as ações, o meio-campo de uma equipe de futebol, tido como o setor que mais influencia na organização de um time, tanto na parte ofensiva quanto defensiva, equivale-se a cabeça — local onde o cérebro se encontra. E pra funcionar bem, na maioria das vezes, é necessário jogadores com qualidade na criação das principais jogadas ofensivas e responsabilidade defensiva.

O Borussia Dortmund após perdas importantes de jogadores cruciais para o andar do time nos últimos anos — principalmente na área central do campo, tornou-se um pêndulo. O time movimenta-se em direção ao ataque por muitas vezes sem intensidade e, quando perde a posse de bola, no movimento de retorno da equipe entre o meio-campo e a defesa, encontra imutáveis dificuldades na recomposição. Vale salientar que a era pós-Hummels também não foi nada proveitosa, muito pelo contrário, a defesa auri-negra tornou-se marca do fracasso posterior a saída do ex-capitão.

Com um agressivo papel no mercado de transferências e buscando alguns jogadores já consolidados na liga e em carreiras internacionais, tudo indica que a conta finalmente chegou. Desta maneira, Axel Witsel foi contratado visando agregar versatilidade e domínio necessário da faixa central, algo até então inexistente nos elencos das temporadas passadas. Vindo do futebol chinês, a aclamada oportunidade de atuar em uma das principais ligas da Europa e do Mundo finalmente surgiu com alguns anos de atraso na vida do belga de 29 anos.

Witsel emergiu para a Europa ao conquistar a Chuteira de Ouro do Campeonato Belga de 2008. (Foto: Eric Lalmand/Philippe Buissin/Didier Moissat)

Desde os 9 anos de idade no Standard Liège e aos 15 já cobiçado por Real Madrid, Arsenal e Feyenoord, Witsel surgiu no mundo do futebol ao conquistar o Campeonato Belga em 2008 e na temporada seguinte produzir grandes performances pela Liga Europa, além de participar de jogos contra a Estônia e Espanha pela Seleção da Bélgica. Vendido ao Benfica por 8 milhões de euros em 2011, o camisa 28 não demorou muito pra despontar na terra do bacalhau. Mesmo atuando mais recuado, Axel marcou 5 gols e deu 6 assistências em 52 jogos pelo time da águia.

Depois de ser especulado em Barcelona, novamente Real Madrid, e ter uma oferta recusada de €35 milhões da Inter de Milão, em 2012 surpreendentemente foi contratado pelo Zenit por €40 milhões e rumou a Premier League Russa. Após 5 anos na Rússia e movido pelo interesse financeiro, Witsel foi vendido ao Tianjin Quanjian por €20 milhões e pelo mesmo valor, 1 ano e meio depois, enfim surge no denominado top-5 ligas da Europa e consequentemente enfrentará o maior desafio profissional da sua carreira: provar-se aos 29 anos no Borussia Dortmund.

Proveniente da “ótima geração belga” e do inédito 3º lugar na Copa do Mundo de 2018, Witsel demonstrou merecer — com grandes atuações, uma nova chance na prateleira das grandes ligas europeias. Foto: (vaaju.com/getty)

Durante toda sua carreira, o agora camisa 28 auri-negro tem como uma de suas principais características a versatilidade e a polivalência de poder atuar em vários espaços do campo. Apesar de ter sido lançado ao mundo do futebol como meia-armador de enganche, seu desempenho como box-to-box e médio defensivo não podem ser inexplorados. Diferentemente de como atuou no 3-4-2-1 de Roberto Martínez pela Seleção Belga, acredito que no Borussia Dortmund de Lucien Favre ele terá menos funções e mais atribuições dentro de campo.

A seguir, farei um panorama geral de como Witsel poderá ser encaixado pelo treinador suíço em algumas vertentes possíveis e como poderá atuar da maneira mais adaptável no provável 4-3-3 ou 4-1-4-1 utilizado nos amistosos recorrentes da pré-temporada auri-negra.

Construtor recuado de jogo

Após a lesão de Julian Weigl e com atuações pífias de Nuri Sahin, ficou evidente a existência de uma brecha no elo defensivo do meio-campo do Borussia Dortmund. Com um excelente passe e forte fisicamente, Witsel pode desempenhar bem a função de se introduzir entre os zagueiros para a saída de bola, ocasionando o avanço dos laterais e formando uma primeira linha de 3 com a bola.

Box-to-box

Com o retorno de Weigl — que deverá ser o dono da posição, ou até mesmo por opção de Lucien Favre, o camisa 28 auri-negro consegue atuar fazendo tanto a função de volante quanto a de armador, indo e voltando o tempo todo entre as duas intermediárias, podendo até mesmo surgir como elemento surpresa no ataque. Além do mais, um atributo determinante para a posição, e que Witsel domina, é o chute de longa distância sendo capaz de aproveitar as sobras na entrada da área ou até mesmo bolas ajeitadas pelos atacantes, que fazem o papel de pivô. Talvez essa seja a sua distribuição ideal em campo e a de maior carência no elenco do Borussia Dortmund.

Meia-armador avançado

Em caso extremo de maior necessidade de marcação e de vigor físico em campo, o Borussia Dortmund pode ter a possibilidade de escalar Delaney e Witsel juntos, apesar de achar extremamente difícil. Ambos prezam pela força e capacidade de chegar bem ao ataque, além de conseguirem defender da mesmo maneira. Preferindo Dahoud e recuando Delaney para a armação de primeiro volante de origem, também é possível ter Witsel com mais liberdade e criatividade armando as jogadas no campo adversário. Contudo, tende a ser a função mais inadequada, tanto para o jogador, quanto para o time.

Diferentemente da política de contratações de outras janelas de transferências, o Borussia Dortmund decidiu apostar num jogador completo. Agora com um leque de opções no meio-campo, Witsel pode ser a cereja do bolo que tanto faltava ao elenco auri-negro. Versátil, criativo, físico, passador e marcador, o belga chega com status de titular e com um 3º lugar da Copa do Mundo na bagagem. Aos 29 anos, o tempo pode lhe ter sido prejudicial, visto que chega relativamente tarde a uma liga de topo da Europa. Entretanto, acredito que não haveria um momento melhor para definitivamente consolidar seu auge.

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.